Tarifa Branca

Feliz 2018! Hora de iniciar um novo ciclo. Recomeçar renovado em esperanças, metas e planos. Junto com o ano que se inicia, chegou também a Tarifa Branca. Mas o que é esse negócio?!

A Tarifa Branca é uma nova opção de contratação da energia elétrica fornecida para os consumidores, onde a energia passa a ter valores diferenciados em função do horário e dia da semana em que é consumida. Nos dias úteis, a tarifa branca tem três valores: ponta, intermediário e fora de ponta. Nos finais de semana e feriados nacionais a tarifa será sempre fora de ponta.

fonte ANEEL

Essa modalidade já é usual para consumidores em alta tensão como indústrias e comércio. Porém, desde 1º de Janeiro de 2018, as Distribuidoras já são obrigadas a cadastrarem os consumidores de baixa tensão para a nova opção contratual.

Então qualquer um pode pedir a Tarifa Branca?

Não! No primeiro momento somente os consumidores que tem um consumo médio mensal superior a 500 kWh. Em 2019, poderão pedir cadastro as unidades com consumo médio mensal superior a 250 kWh e após 2020 qualquer consumidor, independente do consumo, poderá pedir cadastramento para a Tarifa Branca.

É vantagem pedir o cadastramento?

Como mencionei, a Tarifa Branca permite uma cobrança diferenciada em função do horário de consumo dentro dos dias de semana. Ou seja, se você consome energia no horário em que a demanda não é elevada, como por exemplo: manhã, início da tarde e madrugada. Então, você pode ter benefícios em adotar a nova modalidade. Porém, se você for consumir energia fora do horário favorável o seu gasto poderá ser bastante impactado!

Então, para usar a Tarifa Branca com vantagens, você precisa:

  • Perfil consumidor favorável em relação ao horário e dia da semana (manhã, início da tarde e madrugada);
  • Ter disciplina para manter esse perfil; e
  • Consumir acima de 500 kWh/mês (valor válido para 2018)

Antes de solicitar a mudança para a nova opção tarifária é importante conhecer o seu perfil de consumo!

Tarifa Branca – Fonte ANEEL

 

Note que o valor da tarifa é maior nos horários entre 18 horas e 22 horas. Se seu consumo é fora deste horário, então pode ser vantajoso adotar a nova modalidade de tarifa.

 

Se eu fizer a opção e depois me arrepender da Tarifa Branca

Você pode voltar a trás, mas tem uma carência de 180 dias na nova modalidade tarifária. Após solicitar a alteração a Distribuidora tem um período de 30 dias para realizar a alteração.

Passos importantes antes de optar:

  1. Analise seu perfil de consumo
    1. Média superior a 500 kWh/mês
    2. Consumo fora do horário de ponta (18h – 23h)
  2. Consegue ajustar o consumo para manter fora do horário de ponta (não usar o ar condicionado e chuveiro elétrico no horário de ponta, por exemplo)
  3. Atentar para a carência de 180 dias

Caso todos os pontos acima sejam atendidos! Então, faça o contato com a Distribuidora e peça seu cadastro para Tarifa Branca e Feliz 2018!!!

Para maiores esclarecimentos, consulte a Distribuidora de sua região e a ANEEL

#PorUmMundoMelhorHoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *